18 – José Albano Pereira Filho (Albanão ou Zezão)

Versão para Impressão

José Albano Pereira Filho (Albanão ou Zezão)

José Albano Pereira Filho (Albanão ou Zezão)

  • José Albano nasceu em Santos, em 1943.
  • Pertenceu ao grupo de coroinhas que ajudavam nas missas que Frei Cosme celebrava, semanalmente, no Asilo do bairro do Macuco.
  • Em 1956, José Albano, também conhecido pelas alcunhas de “Albanão” e “Zezão”, entrou no seminário de Guaratinguetá. Os principais mentores disso foram o pai, um pequeno comerciante português do bairro, junto com seu grande amigo Frei Cosme. Com ele, mas destinado à turma um ano atrás, foi também o irmão Albano Pereira Neto, o “Albaninho” (falecido).

  • O “Albanão” chegou a Agudos em 1957, onde ficou até 1962. Em sua turma de classe, em Agudos, havia mais alguns alunos, igualmente encaminhados por Frei Cosme:
  • Odair Ferreira do Nascimento, o “Pintinho” (falecido).

1960: Formatura de ginásio em Agudos/SP

1960: Formatura de ginásio em Agudos/SP
“Albanão”: Primeiro, em pé, à direita.
“Pintinho”: Segundo, agachado, da direita para a esquerda.
“Juninho”: Sexto, agachado, da direita para a esquerda.

  • Ao sair de Agudos, José Albano, recrutado, ficou no exército por 18 meses. Ao término do Serviço Militar teve dificuldades em arrumar emprego. Formado no Curso Técnico de Química, acabou indo trabalhar primeiro no Banco Português, na capital, entrando a seguir nas Docas de Santos, até se aposentar.
  • Dos ensinamentos de Frei Cosme o “Albanão” guarda com carinho as recomendações para:

Andar na linha, ser correto e praticar a religião.

  • E arremata, saudoso do querido frei:

Ele com seu jeitão de alemão, às vezes, podia até parecer autoritário, mas era extremamente carinhoso, calmo e cativante.

  • “Albanão”, franciscanamente amante da natureza desde pequeno, sempre que pode, procura refúgio no sítio da família, em busca de ar puro, do canto dos pássaros e de paz.

2013: Albanão na sala de sua residência em Santos/SP

2013: Albanão na sala de sua residência em Santos/SP

Share Button

Comentários
  1. Oscar Laragnoit Veiga 13 de maio de 2013 17:19 Responder

    Olá Albano, gostaria muito de encontra-lo. Devo estar na colônia de férias do funcionário público de 25 a 30 de maio. Meu telefone celular 16 81713974. Seria um grande prazer. Devo visitar também a Igreja do Valongo para matar as saudades. Fui várias vezes ao seminário de Agudos, pois moro em Ribeirão Preto.
    Um grande abraço,
    Veiga

Nome:
E-mail:
Comentário:
 Adicione seu comentário 

Comentários via Facebook


Arquivo
Busca