30 – Suely Ribella

Versão para Impressão

Suely Ribella

Suely Ribella

  • Suely nasceu em Santos, no bairro do Valongo.
  • Sua infância transcorreu em torno de dois dos mais importantes pontos de referência do bairro: O Externato Roland e a Igreja de Santo Antônio. A escola lhe ensinou a escrever as primeiras letras e palavras, enquanto no templo onde já fora batizada, assimilou os princípios cristãos, no catecismo, precondição básica para a Primeira Comunhão.

  • Na adolescência e juventude seguiu amadurecendo nessas mesmas duas vertentes. Conheceu a poesia e, aos poucos foi definindo a vocação literária. Seguiu em frente também, no âmbito da religiosidade. E Suely destaca:

Fui Marianinha, Aspirante e Filha de Maria. Lembro das Missas do segundo domingo do mês, às sete horas da manhã. Ainda me emociono, parece que ouço as vozes dos queridos Congregados Marianos: Do Prata ao Amazonas, do mar às cordilheiras… inesquecível hino…

  • Isso já nos tempos em que Frei Cosme, frequentador infalível dos eventos organizados pelos jovens Marianos, circulava entre eles, atendendo e aconselhando a todos que o procuravam.
  • Aí Suely completa:

Lembro das festas de Nossa Senhora… num 31 de maio, de ano que não me recordo, tive a honra de coroar Nossa Senhora, por indicação da Darlinda (Amiga nº 20)… recordo ainda da Trezena de Santo Antônio… sem falar nas festinhas, bailinhos e do nosso grupo de teatro, formado pelo amigo José Auro (Amigo nº 21)…

  • Já na passagem para a vida adulta, Suely comenta que:

… Com o tempo fui perdendo contato com as pessoas, à revelia de minha vontade.

  • Suely Ribella, no entanto, jamais abandonou a paixão pelas letras e palavras. Formou-se advogada, casou e teve um filho.
  • E completando as rápidas recordações, a escritora e poeta, arremata com ênfase:

Agora, sabe quem batizou meu filho? Frei Cosme! Sim! No Valongo!

Suely e seus 5 livros. O 6º será lançado em Junho/2015.

Suely e seus 5 livros.
O 6º será lançado em Junho/2015.

 

Afinidades…

  • O Site pesquisou dezenas de pensamentos poéticos na obra de Suely Ribella.
  • Objetivo: Descobrir o mais harmonizado com os ensinamentos de Frei Cosme.
  • O escolhido:

Há pessoas que amam

Para serem amadas…

O certo é amar

Desinteressadamente.

Share Button

Comentários
Nome:
E-mail:
Comentário:
 Adicione seu comentário 

Comentários via Facebook


Arquivo
Busca